//
você está lendo...
Pacientes

Dicas para economizar energia (e fôlego!)

Repouse antes de atividades cansativas

Rotinas simples como se vestir, comer, dirigir e até tomar banho podem ser muito difíceis para o paciente, por isso, é importante o repouso antes de realizar um esforço, visando à conservação de energia. “Fazendo isso, o paciente consegue realizar mais atividades sem se cansar, melhorando a disposição, a autoestima e mantendo-se independente”.

Use uma calçadeira longa

Quando o paciente flexiona o tronco para calçar os sapatos, sua respiração fica mais rápida e curta, aumentando assim a sensação de cansaço. “O uso de uma calçadeira diminuirá esse efeito, fazendo com que uma simples tarefa não seja algo tão incômodo”. Os sapatos devem sempre ser retirados com o paciente sentado, evitando colocar o pé na cadeira ou flexionar o tronco, pois esse movimento é cansativo. “Dê preferência a calçados que não precisem ser amarrados, evitando assim a flexão do tronco.”

Vista-se sem sufoco

O ideal para o paciente é se vestir ou se despir sentando na cama, sempre lentamente e mantendo a respiração o mais tranquila que conseguir. Se possível, use apoios para os cotovelos e fique sentado na cama ou cadeira. Deixar as roupas já separadas na cama.

Tome banho sentado

O banho é uma atividade em que usamos muito os membros superiores. Para o paciente, isso significa alterar a utilização de músculos acessórios da respiração, comprimir o peito ao erguer as mãos para lavar a cabeça e flexionar o tronco para lavar as pernas. Isso provoca uma sensação de falta de ar mais rápida que o normal. “Ao utilizar um banco ou cadeira de plástico, o paciente consegue diminuir o gasto energético no banho e melhorar essa sensação de cansaço.”

Secando o corpo

Ao sair do banho, opte por um roupão atoalhado – ele ajuda o paciente a retirar a umidade do corpo sem esforço, tornando a tarefa de se enxugar menos trabalhosa. Para as partes que o roupão não enxuga, use uma toalha de rosto, que é mais leve. O paciente poderá utilizá-la sentado, ajudando assim a economizar energia para se vestir.

Barras de segurança no banheiro

O vaso sanitário é baixo e faz com que a hora de levantar seja mais complicada para o paciente. As alternativas possíveis são aumentar a altura do vaso com adaptadores próprios para esse fim, ou usar barras de segurança que auxiliem o paciente a se levantar, tanto no vaso sanitário quanto no box do banheiro “Outra dica é colocar o pé um pouco mais atrás da linha do joelho ao chão: isso faz com que a hora de levantar seja mais fácil”.

Encarando as escadas

Subir e descer escadas são as tarefas mais difíceis e dispendiosas que existem dentro de casa. Essa atividade toma 1040ml de O2 por minuto, enquanto que o corpo em repouso usa apenas 200ml/min. A principal dica é instalar corrimão na escada – isso fará com que o paciente tenha mais segurança, firmeza e equilíbrio. “Não tenha pressa na escada, vá devagar, passo a passo, e respire mais lenta e profundamente durante e após a subida”.

Escovar os dentes e pentear os cabelos

Manter os cotovelos apoiados enquanto estiver penteando os cabelos ou escovando os dentes ajuda na conservação de energia, bem como praticá-las sentado. O uso de escova de dente elétrica também facilita, pois o paciente não precisará movimentar muito os braços para que a escovação seja bem realizada.

Organize suas tarefas

Organizar a agenda de tarefas da casa é fundamental para que as atividades pesadas sejam feitas em dias alternados e nunca de uma vez só. “Gavetas, utensílios e equipamentos da cozinha que usamos com frequência devem sempre ficar na altura do tronco, dispensando a necessidade de se flexionar para pegá-los.”

Para quem mora em sobrados, a recomendação é concentrar as atividades do dia em apenas um andar, ou com o mínimo possível de subidas e descidas.

Se levantar apenas uma vez em direção a um determinado lugar e já fazer algumas coisas que precisa evita que você tenha que se levantar repetidamente e fazer o mesmo percurso várias vezes.

Cuidados ao dirigir

Se possível, o portador deve dar preferência a modelos completos de carro, com vidros e travas elétricas, direção hidráulica e câmbio automático. “Também deve fazer uma boa regulagem da altura do banco, para que não fique forçando demais a musculatura ao dirigir”. Fique sentado normalmente, apoiando suas costas no banco e os punhos encostados no volante, de modo que seu braço não fique esticado demais, poupando energia. “Não dirija com os pés nos pedais; isso é uma mania muito comum que sobrecarrega a musculatura das pernas”. Se necessário, coloque um apoio ou almofada na coluna lombar para não sobrecarregá-la”.

Abaixando o corpo corretamente

A melhor maneira de se abaixar é flexionar os joelhos para dividir entre as pernas o peso do corpo e da carga. Evitar abaixar a cabeça e flexionar o tronco.

Maneiras de pegar alguns objetos no chão

Os dedos do pé podem ajudá-lo a pegar um objeto que não seja grande ou pesado. Com o dedão e seu vizinho é possível pinçar um objeto. Se não conseguir de primeira, não desista! A prática leva à perfeição!

Lavar louça / Cozinhar

Essas tarefas podem ser feitas sentada, com o auxilio de um banquinho. Não enxugar a louça também é uma maneira de economia de energia – ela secará sozinha depois de algum tempo.

DICAS IMPORTANTES:

  • Alternar atividades leves e cansativas ao longo do dia
  • Reservar o período do dia em que se sente mais disposto para realizar as atividades mais cansativas
  • Repousar após as refeições
  • Uso de sabonete líquido no banho
  • Organizar a lista de compras do supermercado evita que você tenha que passar duas vezes pelo mesmo corredor

 

Ao organizar sua vida diária, você certamente conseguirá uma boa economia de energia corporal! Procure estar sempre atento aos seus movimentos, para que consiga criar novas rotinas que sejam mais leves e com menos e menores movimentos.

Adaptado dos estudos dos fisioterapeutas Leonardo Dias e Camila Luisa Sato, da UNESP, e Juliana Oliveira da Fundação Santo André.

Anúncios

Sobre ABRAF

Associação Brasileira de Amigos e Familiares de Portadores de Hipertensão Pulmonar Siga-nos também: no Facebook: hipertensaopulmonar no Instagram: @hipertensaopulmonar

Discussão

2 comentários sobre “Dicas para economizar energia (e fôlego!)

  1. Foi muito útil estes comentários para mim que já havia pensando em uma alternativa mas não tinha certeza de como fazer. Agora estou mais segura para trocar algumas coisas em minha casa e ao dirigir. Muito obrigada.

    Publicado por soely antonia conceição ranieri | 16 de outubro de 2014, 14:13
  2. Boa tarde!!
    Gostaria de saber se o paciente com DPOC deve evitar alguns alimentos ,e assim reduzir as crises.

    Publicado por selma | 22 de julho de 2015, 20:07

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: